Inauguração da exposição de pintura “Diversidade e Gentes” de Maria Seabra

Numa organização da AIDDH (Associação para a Investigação e Desenvolvimento dos Direitos Humanos), uma associação residente na Casa da Cidadania de São Domingos de Benfica, foi aí inaugurada no dia 7 de novembro a exposição de pintura “Diversidade e Gentes”, que vai estar patente ao publico até ao dia 30 de novembro. Trata-se de uma viagem muito especial junto de povos que lutam pela sua sobrevivência e reconhecimento. Maria Seabra, pintora e ativista, começou por nos apresentar o povo Mapuche e a sua luta pela auto-determinação, passando pelo Brasil, onde recordou o candomblé e o período da escravatura, terminando evocando Facundo Cabral, argentino assassinado por ter sido confundido com um narco-traficante e a sua canção “No me llames extranjero” pois todos somos habitantes do mesmo mundo. Seabra defende, como ele, que “não importa de onde cada um veio, mas importa para onde, juntos, conseguimos ir”. Obrigatório visitar!

Posted in: