Dia Internacional dos Monumentos e Sítios assinalado a 18 de abril

A Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa (Divisão de Gestão do Parque Florestal de Monsanto) assinalaram no dia 18 de abril o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, com um percurso guiado pelo Eng Fernando Louro Alves, em torno do Património Cultural (Natural, construído e imaterial) do Parque Florestal de Monsanto.

O Percurso teve início na Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica, Centro de Interpretação de Monsanto, passando pela Mata de Benfica, Monte das Perdizes, Embaixada do México (antiga Quinta de São João), Quinta da Fonte do Calhariz, com paragem no Palácio do DeVisme (Quinta da Infanta), visita à capela da congregação religiosa das irmãs dominicanas. Seguindo pelo Alto da Serafina percebeu-se o Património Natural e o monumental Aqueduto das Águas Livres com paragem no recém reaberto miradouro soberbo sobre a cidade de Lisboa: o antigo restaurante Panorâmico.

Seguindo em direção à Luneta dos quartéis, estrutura de defesa da cidade de Lisboa integrada no Campo entrincheirado de Lisboa, onde os participantes foram surpreendidos pela loba e a mesquita, dois cavalos da Polícia Florestal, que fazem o patrulhamento do Parque. Paragem no Jardim de Montes Claros, construído durante o Estado Novo, arquitetura do período Keil do Amaral, que não deixou ninguém indiferente.

Em direção ao Alto da Ajuda, a Torre sineira da antiga Igreja, o Palácio da Ajuda, próximo da antiga “real barraca”, e mais uma paragem no geomonumento do rio Seco, um dos vários afloramentos geológicos existentes na região de Lisboa, que nos remetem para a arqueologia industrial, a pré-história e a longa história da Terra.

O percurso terminou com alegria dos participantes e vontade de repetir para conhecer mais do rico Património cuja amostra foi possível visitar neste percurso guiado.

Veja aqui todas as fotografias desta iniciativa.