Ações de Formação realizadas pela APAV

Ações de formação a partir do próximo dia 10 de janeiro de 2018 realizadas pela APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima), de entrada gratuita mediante inscrição prévia e dirigidas ao público em geral, sem limite de idade, e que pelo seu conteúdo acreditamos que são uma mais-valia para todos.

Programa:

Formadora: Dra. Inês Gonçalves – Assessora Técnica do Gabinete de Apoio à Vítima de Lisboa

Sessão 1 – dia 10 de janeiro de 2018

DIREITOS DAS VÍTIMAS DE CRIME

Sinopse

Às vítimas de crimes é reconhecido um conjunto de direitos, que estas podem exercer de forma a suprirem as suas necessidades e defenderem os seus interesses e expetativas. Estes direitos estão previstos não apenas nas leis nacionais mas também em instrumentos jurídicos internacionais, como a Diretiva da União Europeia que estabelece conteúdos mínimos em matéria de direitos, apoio e proteção às vítimas de crimes. No caso de algum dos direitos não ser respeitado, a vítima deverá apresentar uma queixa junto da autoridade responsável por assegurar o cumprimento do direito que foi violado. Esta ação poderá ajudá-lo/a a reconhecer um pouco melhor estes direitos e de como podem ser postos em prática.

 

Sessão 2 – dia 7 de fevereiro de 2018

PESSOAS IDOSAS VÍTIMAS DE CRIME E DE VIOLÊNCIA

Sinopse

O envelhecimento da população mundial, e muito particularmente das sociedades Europeias, constitui um dos maiores desafios do século XXI. Ao longo destes anos, a APAV tem vindo a alertar a sociedade portuguesa para a realidade ainda obscura da violência praticada contra as pessoas idosas. Segundo dados do Eurostat, Portugal será um dos Estados-Membros da União Europeia com maior percentagem de pessoas idosas e menor percentagem de população ativa em 2050. O Instituto Nacional de Estatística prevê igualmente que, no ano de 2050, um terço da população portuguesa seja idosa e quase um milhão de pessoas tenha mais de 80 anos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) receia que este aumento, associado a uma certa quebra de laços entre as gerações e ao enfraquecimento dos sistemas de proteção social, venha a agravar as situações de violência. Esta ação poderá ajudá-lo/a a compreender melhor esta temática ao nível do fenómeno e da intervenção.

 

Sessão 3 – dia 7 de março de 2018

PREVENÇÃO E SEGURANÇA SÉNIOR

Sinopse

As pessoas de mais idade não estão mais sujeitas ao crime do que qualquer outra pessoa. O seu sentimento de insegurança é que é, em geral, maior do que noutros grupos etários. O importante é dispor de informação que permita reforçar a segurança de cada um de nós. Se tiver mais de 65 anos, a probabilidade de estar preocupado(a) é grande. Mas a verdade é que as outras pessoas idosas não estão mais sujeitos a serem vítimas de crime que a generalidade da população. O que é preciso é que cada um de nós tome algumas precauções comuns a qualquer pessoa: esteja alerta. Esta ação poderá ajudá-lo/a na aplicação de medidas de segurança.

 

As inscrições deverão de ser feitas para o seguinte contacto: hemeroteca@cm-lisboa.pt ou alda.anastacio@cm-lisboa.pt ou também pelo telefone: 218 172 430 – Alda Anastácio

 

No ato de inscrição deverão de ser indicados os seguintes elementos:

  • O nome da ação de formação pretendida (APAV – Sessão 1/Sessão 2/Sessão 3 ou todas)
  • Nome
  • Profissão
  • Idade
  • contacto de email e/ou telefónico

A lotação máxima da sala é de 20 lugares.

Posted in: